_________CLIQUE NA IMAGEM E CONFIRA NOSSO CATÁLOGO_________

_________CLIQUE NA IMAGEM E CONFIRA NOSSO CATÁLOGO_________

sábado, 27 de agosto de 2022

MIGUEL COELHO ENCERRA A SÉRIE DE SABATINAS COM OS CANDIDATOS AO GOVERNO DE PERNAMBUCO PROMOVIDA PELA FECOMÉRCIO


 A Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do Estado de Pernambuco (FECOMÉRCIO-PE) encerrou, na última quinta-feira (25/8), o primeiro Debate com Candidatos ao Governo de Pernambuco, evento que se ouviu e discutiu, durante três dias, as principais propostas dos cinco candidatos mais bem avaliados nas pesquisas com o eleitorado pernambucano.

 A sabatina foi comandada pelo presidente do Sistema FECOMÉRCIO/SESC/SENAC PE, Bernardo Peixoto, e recebeu o candidato Miguel Coelho, do União Brasil (UB), que pôde expor as suas ideias para o Estado dentro de quatro eixos elencados pela Federação: Ambiente de negócios, Interiorização do desenvolvimento, Turismo e Educação.

 Comandadas pelo presidente da FECOMÉRCIO-PE, Bernardo Peixoto, com mediação da jornalista e cientista política Priscila Lapa, as sabatinas contaram, anteriormente, com a participação das candidatas Raquel Lyra (PSDB) e Marília Arraes (Solidariedade), na terça-feira (23), e dos candidatos Danilo Cabral (PSB) e Anderson Ferreira (PL), na quarta-feira (24). O evento contou ainda com o apoio institucional da Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (CNC), que cedeu à FECOMÉRCIO-PE o corpo técnico composto pelo especialista técnico de relações institucionais da CNC, Felipe Oliveira, do especialista executivo de relações institucionais da CNC, Elielson Almeida, e da chefe da Divisão de Relações Institucionais da CNC, Nara de Deus.

Miguel Coelho - Ao tratar sobre o ambiente de negócios em Pernambuco e os seus desafios para o seu crescimento, o candidato do União Brasil (UB) iniciou seu argumento dizendo que, antes de falar sobre ambiente de negócios, é preciso se colocar no lugar do próximo, não só olhar para o balcão do Estado, mas olhar também para os clientes e empreendedores que querem vir, investir e gerar riqueza, empregos e principalmente fomentar a Economia.

 “Hoje, o nosso Estado é o pior para fazer negócio no Brasil, segundo o Banco Mundial, como também temos a maior carga tributária do Nordeste. Esses fatores afugentam quem quer investir em Pernambuco”, argumenta Miguel.

 Ainda sobre o tema supracitado, o candidato complementa dizendo:

 “Já é difícil abrir um negócio, aí ainda falta infraestrutura, pois temos as piores estradas do Brasil, o pior serviço de abastecimento de água, falta capacitação técnica e profissional e a gente ainda tem um serviço social que é muito precário. Precisamos entender esse contexto e botar o Estado não só como arrecadador de impostos, mas sim como o fomentador de negócios com a diminuição da burocracia exigida para abrir novas empresas, ter uma política fiscal não só com viés punitivo, precisamos, sim, é ensinar quem não sabe a fazer corretamente desde o início. Outra proposta nossa, olhando para os micro e pequenos empreendedores, quem faturar até R$ 100 mil por ano será isento de ICMS. Pois a nossa visão é não cobrar o imposto no começo e quebrar o empresário ou empresária, mas sim poder incentivar que ele cresça. A lógica é clara, quanto mais negócios gerados, mais empregos teremos para poder tirar Pernambuco da lanterna do desemprego”, finaliza o candidato.

 Durante a sua sabatina, Miguel Coelho foi indagado pelo presidente da Fecomércio-PE, Bernardo Peixoto, sobre as suas propostas para a educação básica e a educação profissionalizante e também sobre as suas prováveis parcerias com o Sistema S.

 “Nosso planejamento é formar 4 mil pessoas por ano só para área de TI, não só para o Recife, mas para todo o Estado. Também anteciparemos o novo Ensino Médio, com educação profissionalizante, para que os jovens possam fazer o que eles gostam, para prevenir a evasão e entrada no crime e nas drogas. Precisamos pensar na educação integrada, ter mais vagas de creche, garantir a alfabetização no tempo certo. Faremos isso mudando a política de distribuição do ICMS, que hoje é feita com a distribuição de dinheiro para as prefeituras, sem cobrar contrapartida”, comenta o candidato.

 Outros temas tratados por Miguel Coelho em sua sabatina foram a descentralização da saúde pernambucana, com a construção de cinco novos hospitais e oito novas maternidades, a distribuição de riquezas dos polos produtivos de Pernambuco, dando o devido valor ao potencial de cada região, melhorando e gerando empregos, melhorias na infraestrutura, para levar água para as torneiras das pessoas em todos os municípios, além também de investir nas estradas que cortam o Estado. O candidato também defendeu a concessão da Copergás, para assim interiorizar o gás natural e, por fim, o turismo pernambucano, que, segundo o candidato, precisa se reestruturar e focar além do litoral em setores como o de negócios, religioso e aventura, entre outros.

 As sabatinas contaram com transmissão ao vivo pelo canal do Youtube da Fecomércio Pernambuco (www.youtube.com/FecomércioPernambuco) e estão disponíveis para que o público possa rever e decidir quais os candidatos os representam mais em suas ideias e propostas de governo para Pernambuco.

Do: Blog Agreste Notícia Fonte: Assessoria

Nenhum comentário: