_________CLIQUE NA IMAGEM E CONFIRA NOSSO CATÁLOGO_________

______________CLIQUE NA IMAGEM E SAIBA MAIS____________

sábado, 6 de fevereiro de 2021

SEM DESCANSO E SEM ALIMENTAÇÃO – DESABAFO DE GCM REPERCUTE EM BREJO DA MADRE DE DEUS

 Um áudio de uma GCM – Guarda Civil Municipal – do Brejo da Madre de Deus, Agreste Central de Pernambuco, repercutiu nos grupos do WhatsApp e alerta para uma classe que grita no silêncio com a falta de respeito, sensibilidade e compromisso com aqueles que arriscam suas vidas todos os dias em defesa da população.

 Para evitar qualquer tipo de constrangimento ou perseguição, a reportagem preservará o nome da GCM, bem como, alteramos sua voz, que em tom de desabafo, reclama das pressões e do fato de trabalhar sem descanso, bem como, informa que a Prefeitura do Brejo não tem fornecido alimentação.

 “Teve a situação do corpo encontrado lá, 11:20 da manhã, a gente ficou até 03:50 lá fazendo isolamento daquele corpo, sem um copo de água, esperando a chegada do IC e quando o IC chegou a gente veio almoçar, e quando a gente veio almoçar, foi um cidadão que viu a gente lá na situação e nos deu duas marmitas de almoço, a gente chegou no CIS e comeu ar marmitas e já teve que sair que já teve ocorrência lá na roseira, tráfico, a gente foi lá verificar a situação... Eu não tirei nenhum horário de descanso, nem almoço, nem janta... Isso eu e Júnior sem descanso até o presente momento e de lá a gente foi jantar, pois no CIS a gente não tem almoço, não tem janta ainda, ou seja, eu vou fazer minha refeição aonde? Aonde eu quiser né isso? A gente foi lá na casa de Cida porquê ela chamou a gente para jantar lá e chegou lá, ela preparou a janta e a gente jantou... Aí o senhor vem me dar um acocho? Me ajude né! Venha e converse com o plantão, estou até o presente momento, às 22 e 25 minutos sem descanso nenhum, só fiz engolir e voltei para cá”, revelou.

 O desabafo aconteceu, segundo informações, depois que o Comandante da GCM criticou o fato dos guardas terem ido jantar na casa de uma moradora do Distrito em virtude da Prefeitura não fornecer a alimentação para o efetivo que foi reduzido de 15 para 6 agentes por dia prejudicando a produtividade e coincidindo com o aumento da violência, já que no mês de janeiro o município do Brejo da Madre de Deus apresentou um acréscimo de 100% no índice de homicídios comparado ao mesmo período do ano passado.

 Outro fato que chama atenção no áudio, é que a GCM informa que recebeu ordem para recolher uma motocicleta mesmo sem a devida restrição de roubo/furto.

Ouça o áudio:

Do: Blog Agreste Notícia

Nenhum comentário: