_________CLIQUE NA IMAGEM E CONFIRA NOSSO CATÁLOGO_________

______________CLIQUE NA IMAGEM E SAIBA MAIS____________

sexta-feira, 12 de fevereiro de 2021

“FATO QUE O NOME DE MIGUEL PODERÁ SER UMA ALTERNATIVA”, AFIRMA FBC SOBRE DISPUTA PELO GOVERNO DE PERNAMBUCO

 O líder do Governo no Senado Federal, Fernando Bezerra Coelho, durante entrevista concedida ao programa Cidade em Foco, comandado pelo radialista Alberes Xavier, falou sobre a relação e desenvoltura dos prefeitos João Campos (PSB) no Recife, Miguel Coelho (MDB) em Petrolina e Raquel Lyra (PSDB) em Caruaru, além disso, o mesmo comentou possível cenários para as eleições de 2022 em Pernambuco.

Raquel Lyra – Sobre o recente encontro com a prefeita de Caruaru, Raquel Lyra, o senador refutou que tenham tradado sobre questões eleitorais, destacando que a pauta do encontro foi assuntos administrativos.

 “A prefeita Raquel é minha amiga já de muito tempo. Fui companheiro, amigo do pai dela, governador João Lyra. Ela sempre está aqui no meu gabinete, mas sempre tratando sobre de assuntos administrativos, do interesse da Prefeitura de Caruaru”, disse.

João Campos – O senador afirmou na oportunidade a sua disposição em contribuir com a administração do prefeito João Campos no Recife.

 "Até o momento ainda não tivemos a oportunidade de uma conversa sobre os pleitos e projetos do interesse da Prefeitura do Recife. Com certeza estou à disposição, assim como fiz com o prefeito Geraldo Júlio, onde tive a alegria de viabilizar pleitos importantes de liberação de recursos”, afirmou.

Miguel Coelho – Sobre a grande vitória conquistada por Miguel Coelho na busca pela reeleição em Petrolina, o senador destacou o empenho do filho, que de acordo com o mesmo, montou uma equipe comprometida e capaz.

 “De fato, o conjunto dessa obra, não só é reconhecido em Petrolina, como foi durante o processo eleitoral, com uma votação de mais de 76% dos votos válidos, como também, uma repercussão muito forte no estado todo pela qualidade e intensidade da gestão”, pontuou.

Miguel 2022 - Diante da expressiva votação de Miguel, especulações tem surgido sobre a possibilidade do mesmo despontar como candidato ao Governo de Pernambuco, com o apoio do campo das oposições. Apesar de afirmar que ainda é muito cedo para se discutir a sucessão no Estado, o senador não descartou a possiblidade.

 “Lá no final do ano, se a conjuntura política assim indicar, se as discussões, que certamente vão se iniciar no segundo semestre, assim indicar, acho que ele tem sim muita disposição de avaliar essa possibilidade”, disse.

Outra possibilidade - FBC tem também seu nome cogitado como possível candidato a governador, entretanto, o mesmo aponta que tal decisão é fruto de uma construção coletiva.

 “O fato é que sou senador e tenho todas possibilidades de disputar a reeleição para o Senado da República. Agora, a conjuntura de uma decisão, de construção de uma candidatura ao governo do Estado depende de uma série de fatores. Fato que o nome de Miguel poderá ser uma alternativa, mas eu acho que é muito cedo para a gente está especulando cenários políticos”, disse.

De volta? – Questionado sobre a possibilidade de retornar a Frente Popular de Pernambuco como candidato a reeleição de senador de República, o mesmo enfatizou:

 “Não creio, acho que não. Em política, a gente nunca pode dizer que dessa água não vou beber. Mas hoje temos um compromisso muito grande com o campo das forças políticas de oposição a Frente Popular e temos trabalhado e procurado ajudar nesta direção”, declarou o mesmo.

Do: Blog Agreste Notícia

Nenhum comentário: