_________CLIQUE NA IMAGEM E CONFIRA NOSSO CATÁLOGO_________

______________CLIQUE NA IMAGEM E SAIBA MAIS____________

quarta-feira, 16 de dezembro de 2020

EX-SECRETÁRIA DE SAÚDE DE TORITAMA É ALVO DE OPERAÇÃO QUE INVESTIGA SUPOSTA LAVAGEM DE DINHEIRO

 Policiais civis deflagraram a 66ª operação de repressão qualificada denominada ‘Apneia’ comandada pelo delegado Dr. Eymard Coutinho na manhã de ontem (terça-feira) na cidade de Toritama, Agreste Setentrional de Pernambuco. A ação teve o objetivo de desarticular um grupo criminoso suspeito de peculato e lavagem de dinheiro na Capital do Jeans, um dos que estão sendo alvo das investigações, é a ex-secretária de Saúde, Andréia Melo.

 Segundo as informações, as investigações foram iniciadas em outubro desse ano e culminaram com o cumprimento de seis mandados de busca e apreensão domiciliar, além de duas medidas cautelares, expedidos pela Comarca de Toritama.

 O Delegado disse que, a investigações consistem em um acordo feito por três empresas ligadas a ex-secretária de Saúde do Governo do prefeito Edílson Tavares (MDB), que combinavam os valores em participação a processos licitatórios.

 As empresas, ainda de acordo com as informações, pertencem a familiares da Ex-Secretária, um deles, o próprio marido, o que teria causado prejuízos ao erário público com desvios de verbas e locupletamentos ilícitos.

 Em nota, a Prefeitura de Toritama informou que até o presente momento, não houve nenhuma operação na Secretaria Municipal de Saúde, sendo centralizada até o momento na ex-secretária de Saúde.

 “A Prefeitura informa também que audita os procedimentos de todas as Secretarias e que desde o dia 06 de Junho foi aberta uma Auditoria Interna para apurar exclusivamente todos os procedimentos de aquisições, compras e serviços relativos ao Covid-19. A Secretaria de Saúde está aberta a colaborar com as autoridades no fornecimento de quaisquer informações que forem necessárias”, diz parte da nota.

 Pelo menos vinte policiais civis, entre Delegados, Agentes e Escrivães, estiveram envolvidos na operação que contou com o apoio operacional da Polícia Civil do Rio Grande do Norte.

Do: Blog Agreste Notícia

Nenhum comentário: