_________CLIQUE NA IMAGEM E CONFIRA NOSSO CATÁLOGO_________

_________CLIQUE NA IMAGEM E CONFIRA NOSSO CATÁLOGO_________

quinta-feira, 9 de dezembro de 2021

SANTA-CRUZENSE ESPERA MAIS DE UM ANO PARA ENTERRAR O IRMÃO DEVIDO ATRASO NO RESULTADO DO EXAME DE DNA

 O corpo de Geovane Fortunato Santos da cidade de Santa Cruz do Capibaribe, Agreste Setentrional de Pernambuco, embora tenha sido encontrado em estado avançado decomposição no dia 20 de setembro do ano passado, na zona rural do município de Santa Cecília no estado da Paraíba (clique AQUI e relembre), apenas agora foi liberado para sepultamento.

 Janiete Fortunato Santos esperou por um ano e dois meses pelo resultado do DNA do Núcleo de Medicina e Odontologia Legal (Numol) de Campina Grande-PB, para enterrar o irmão que tinha 24 anos de idade.

 A suspeita de que o cadáver encontrado era do Geovane que (na época, desaparecido há cinco dias) ganhou força devido o RG da vítima ter sido encontrado ao lado do corpo.

 Para ter o direito de sepultar o ente querido, a família buscou a Defensoria Pública da Paraíba para que o corpo fosse liberado e de acordo com a Janiete, o exame necessário estava pronto desde março de 2021.

 De acordo com ela, todo o processo traumático para a família, fex com que, sua genitora desencadeasse uma depressão e crise de ansiedade generalizada.

 A irmã de Geovane afirmou que vai processar o Estado por negligência e danos morais. Com isso, ela espera que outras famílias não passem pela mesma situação.

Do: Blog Agreste Notícia

Nenhum comentário: