_________CLIQUE NA IMAGEM E CONFIRA NOSSO CATÁLOGO_________

______________CLIQUE NA IMAGEM E SAIBA MAIS____________

quinta-feira, 9 de abril de 2020

PERNAMBUCO AVANÇA NA TRANSPARÊNCIA DE INFORMAÇÕES SOBRE O COMBATE À COVID-19


 A organização não-governamental Open Knowledge Internacional (OKBR) divulgou novo boletim, nesta quinta-feira (09), que aponta Pernambuco como o Estado mais transparente na divulgação das informações à população sobre a pandemia do novo coronavírus. A avaliação da ONG destacou a disponibilização de informações por parte da gestão estadual sobre os testes aplicados e o maior detalhamento da localização dos casos. Assim, Pernambuco avança e lidera o ranking, mantendo um resultado classificado como de “alto nível de transparência”, o único Estado do País nesse patamar. Em relação à primeira amostragem, divulgada no início do mês, Pernambuco subiu de 81 para 90 pontos.
 O índice leva em conta três dimensões: conteúdo, granularidade e formato. São considerados itens como idade, sexo e hospitalização dos pacientes confirmados com a doença, além de dados sobre a infraestrutura de saúde, como ocupação de leitos, testes disponíveis e aplicados. Avalia-se ainda se os casos estão disponíveis de forma individual e anonimizada, além do grau de detalhamento sobre a localização (por município ou bairro, por exemplo). São considerados também os pontos positivos da publicação de painéis analíticos, planilhas em formato editável e séries históricas dos casos registrados.
 De acordo com a OKBR, poucos Estados avançaram no grau de detalhamento dos casos suspeitos e confirmados do novo coronavírus até o momento.
 “A rápida resposta dos Estados reforça a importância da definição de parâmetros de qualidade de dados para que os gestores possam orientar suas equipes”, explicou Camille Moura, coordenadora de Advocacy e Pesquisa da ONG.
 A 3ª avaliação está prevista para o próximo dia 16.
Sobre a OKBR - Também conhecida como Rede pelo Conhecimento Livre, a OKBR é uma organização da sociedade civil sem fins lucrativos e apartidária, que atua no País desde 2013. Desenvolve e incentiva o uso de tecnologias cívicas e de dados abertos, realiza análises de políticas públicas e promove o conhecimento livre para tornar a relação entre governo e sociedade mais transparente e participativa.
Do: Blog Agreste Notícia Fonte: Assessoria

Nenhum comentário: