quinta-feira, 29 de março de 2018

EDSON VIEIRA CONCEDE ENTREVISTA E CRÍTICA POSTURA E DECLARAÇÕES DOS VEREADORES JÚNIOR GOMES E RONALDO PACAS

 O prefeito de Santa Cruz do Capibaribe, Edson Vieira, participou de mais uma edição do programa ‘A Hora do Povo’, que foi ao ar no sábado nas rádios, Comunidade FM e Pará FM. O prefeito fez críticas à postura de vereadores da bancada de situação, que segundo ele, não têm agido como aliados políticos.
 Edson citou nominalmente os vereadores Ronaldo Pacas e Junior Gomes, que de acordo com ele, têm atuado de forma a prejudicá-lo politicamente, seja na Câmara, ou mesmo em entrevistas em emissoras de rádio da cidade.
 “Eu não entendo como alguém diz que é meu aliado e assina um pedido de CPI contra o governo. Se tem alguma dúvida vá lá na Prefeitura, sente e converse... Eu convido para as ações da prefeitura e não vai, convido para a posse do secretário Joab e não vai, convido para reuniões internas e não vai”, disse ele, que seguiu: “Todas as ações de Ronaldo são para me atingir, eu que só fiz o bem a Ronaldo”.
 O prefeito seguiu com a sua fala e citou a composição de três ‘chapas’ para disputa proporcional na eleição de 2016.
 “Se tem problemas com algum dos nossos vereadores, sente e resolva cara a cara. Se tem alguma coisa contra mim, diga. Qual foi o mal que eu fiz? Nessa última eleição fiz três coligações para beneficiar ele mesmo (Ronaldo), tanto é que se elegeu com menos votos que na última”.
 Mais adiante Edson fez referências ao vereador Junior Gomes.
 “As pessoas questionam, você e o vereador Junior, o que está acontecendo? Ora, não está acontecendo nada, que mal eu fiz? o que foi que eu proporcionei, pra todas as vezes que se fala no Calçadão, não foi mais o prefeito Edson Vieira que fez aquela obra, não se diz que foi o prefeito Edson Vieira que fez a Central de Feiras... A todo instante querendo me questionar, querendo questionar minha idoneidade, querendo atiçar, votando contra alguns projetos, sem nenhuma justificativa”.
 O prefeito falou ainda que não perseguiu, com demissão, familiares de Junior Gomes, que segundo ele, têm empregos na administração.
 “Não persegui ninguém, tanto é que tem sua mãe, sua esposa, sua cunhada, todas trabalhando no poder público. Então porque esse falatório nos bastidores contra o prefeito? Um prefeito que ajudou o grupo, que renunciou a tudo na vida para está com esse grupo”.
 Para fechar, Edson Vieira exaltou a sua lealdade ao grupo Boca-Preta.
 “E digo mais, partidário pode ter igual a mim, mas mais do que eu, não. Desde 1998 tenho mantido uma postura de lealdade ao grupo”.
Do: Blog Agreste Notícia

Nenhum comentário: