quarta-feira, 3 de janeiro de 2018

FERNANDO ARAGÃO E ZÉ AUGUSTO ‘LAVAM ROUPA SUJA’, TROCAM ACUSAÇÕES E EXPÕEM MÁGOAS

 O ano nem bem começou e a cena política já dá sinais de que 2018 será um ano quente, muito quente. O Blog Sulanca News trouxe na manhã desta terça-feira o relato de uma conversa áspera e muito dura, envolvendo o ex-prefeito Zé Augusto Maia e o ex-vereador Fernando Aragão, com o testemunho pessoal do deputado federal Ricardo Teobaldo, o vereador Carlinhos da Cohab, Ralf Lagos, professor Tenório e Romenick Stiffen (comunicadores da Polo FM), e frequentadores da famosa Mala da Padaria da 29, cenário do episódio, que se transformou, com o passar dos anos, em um ponto de encontro de eleitores Taboquinhas, bem como, local onde decisões estratégias são traçadas e importantes do partido são tomadas.
 Segundo a matéria do Sulanca News, o estopim para a troca de farpas aconteceu na recusa de Zé Augusto Maia a falar sobre a eleição municipal de 2020. Fernando Aragão é considerado por boa parte do grupo de oposição como candidato natural a prefeito, no entanto, até agora, ele não obteve o apoio público do ex-prefeito. A pergunta foi: “Quem será o candidato a prefeito em 2020?”. Zé esquivou e não respondeu.
 Inconformado com postura de Zé Augusto, Fernando Aragão se irritou e disse ser candidato sim, que o grupo Taboquinha tem um candidato e que será ele. Zé Augusto, por sua vez, disse que falar no assunto agora só iria gerar um problema, já que existem pessoas que assim como Fernando, também pretendem disputar como candidato a prefeito em 2020.
 Ainda segundo o Sulanca News, cutucado para citar nomes, Zé Augusto disse que não diria ali, na frente das pessoas presentes.
 Muito irritado, Fernando Aragão relembrou o caso que chamou de “Três patetas”, quando ele e mais dois nomes (Zé Elias e Ernesto Maia) disputaram as prévias para 2012. Fernando disse que à época, Zé Augusto ‘passou por cima’ de todos para ser o candidato a prefeito em 2012.
 O Blog relatou ainda que o tom pesado fez que os dois alterassem o tom da voz e levantassem para um confronto direto, gerando tensão entre os presentes e um Teobaldo com a cara de “O que é que eu tô fazendo aqui?”.
 Mas não parou por aí, em determinado momento, mágoas, até então guardadas a sete chaves, foram expostas. Os dois trocaram acusações sobre ‘quem foi o culpado pela derrota de Fernando para Edson em 2016’. Frases do tipo: “Você sabe muito bem, quem foi culpado da nossa derrota”, e “Se não fosse eu a derrota seria maior”, saíram das bocas de Fernando Aragão e Zé Augusto Maia.
 Tudo aconteceu diante do perplexo Ricardo Teobaldo, que viu de perto o quanto anda azedo o clima entre os principais nomes do grupo de oposição na Capital das Confecções.
Por: César Mello

Do: Blog Agreste Notícia

Nenhum comentário: