terça-feira, 4 de julho de 2017

HOSPITAL MUNICIPAL DE SANTA CRUZ DO CAPIBARIBE REALIZA CIRURGIAS CESARIANAS

 O Hospital Municipal Raymundo Francelino Aragão, em Santa Cruz do Capibaribe, reiniciou na última sexta-feira (30), cirurgias eletivas de cesariana para gestantes do município.
 Com a iniciativa, as mulheres santa-cruzenses podem ganhar bebê com total comodidade na Capital da Moda.
 Os procedimentos são realizados às sextas-feiras, são seis cirurgias previamente agendadas por semana. A equipe é formada por um cirurgião obstetra, anestesista, neonatologista e corpo de enfermeiros. De 2013 até o momento, o Hospital Municipal já realizou 1.140 operações.
 “Esse é um trabalho realizado em conjunto com todas unidades básicas de saúde e central de marcação do município. As gestantes fazem o acompanhamento e quando é diagnosticado a necessidade do processo cirúrgico, passam pelo ambulatório com cirurgião e por uma série de exames detalhados que vão confirma ou não a necessidade da cesariana”, confirmou o secretário de Saúde, Breno Feitoza.
 A dona de casa Maria Jeane, que passou pelo procedimento, falou do atendimento no HMRFA.
 “O atendimento no Hospital Municipal foi exemplar, gostei muito, os médicos e enfermeiros nos tratam com carinho e respeito, algo valioso para gestantes. Isso é muito importante, porque estamos vivenciando um momento único, a chegada de um filho em nossa vida”, destacou.
 Cláudia Freitas, diretora da Atenção Especializada, destacou a realização de procedimentos no município.
 “Sabemos da importância da realização do parto normal, mas aquelas mulheres que têm indicação de cesariana serão atendidas em Santa Cruz do Capibaribe e não mais encaminhadas para outras cidades, terão seus bebês aqui, uma conquista para a população e para a rede de saúde do município”, frisou a diretora. 
 Além de cirurgias eletivas, o Hospital Municipal oferece berçários, setor de observação, recepção, farmácia, salas de curativos e medicações, ambulatórios, bloco cirúrgico e quarto de descanso para os médicos de plantão.
 A unidade hospitalar também realiza os partos normais humanizados, as urgências obstétricas e os internamentos de pediatria e clínica médica que são encaminhados da UPA, servindo como hospital de retaguarda. O atendimento é totalmente informatizado para recepcionar bem à população.
Do: Blog Agreste Notícia Fonte: Assessoria

Nenhum comentário: