terça-feira, 13 de junho de 2017

CAMPANHA DE ERRADICAÇÃO AO TRABALHO INFANTIL EM SANTA CRUZ DO CAPIBARIBE CHEGA À CENTRAL DE FEIRAS E MERCADOS

 As Secretarias de Desenvolvimento Econômico e Agricultura, e Governo e Desenvolvimento Social distribuíram coletes padronizados para prestadores de serviços (ambulantes e carroceiros) que trabalham na Central de Feiras e Mercados.
 O foco da ação é combater o trabalho infantil entre crianças e adolescentes de 05 a 15 anos de idade, que atuam em feiras livres do município. Ao todo, foram distribuídos 60 coletes, 40 para carroceiros, 10 ambulantes e mais 10 para colaboradores da Central de Feiras e Mercados. Apenas receberam o uniforme, pessoas previamente cadastradas e maiores de 18 anos.
 Isac Aragão, secretário de Desenvolvimento Econômico e Agricultura, falou dos resultados esperados na ação.
 “O objetivo dessa entrega foi atender uma exigência do Ministério Público do Trabalho para coibir o trabalho infantil no local. Aproveitamos a iniciativa para cadastrarmos ambulantes e carroceiros, pois, desta forma, teremos um melhor controle sobre os que trabalham na Central de Feiras e Mercados”, disse o secretário.
 “Ações como essa apontam locais onde existem o trabalho infantil em Santa Cruz do Capibaribe. Após o reconhecimento e identificação, trabalharemos junto as famílias, por meios do CREAS, para diminuirmos este problema. Nosso desejo é reconduzir crianças e adolescentes as escolas, pois o lugar delas  é na sala de aula”, disse Alessandra Vieira, secretária de Governo e Desenvolvimento Social.
 No dia 12 de junho foi celebrado o dia Mundial Contra o Trabalho Infantil. Esta data tem como objetivo promover direitos e proteger crianças da exploração infantil e outras violações, e assim combater todos os tipos de trabalho infantil.
Do: Blog Agreste Notícia Fonte: Assessoria

Nenhum comentário: