CLIQUE NA IMAGEM PARA JOGAR

CLIQUE NA IMAGEM PARA JOGAR

sexta-feira, 24 de novembro de 2023

PREFEITO FÁBIO ARAGÃO DEIXA O PP E DEIXA EVIDENTE ROMPIMENTO POLÍTICO COM EDUARDO DA FONTE

 O prefeito de Santa Cruz do Capibaribe no Agreste Setentrional de Pernambuco, Fábio Aragão, anunciou na última quarta-feira o seu desligamento do Partido Progressista (PP), o que tornou evidente o rompimento político com o deputado federal Eduardo da Fonte, que já era especulado nos bastidores da política da Capital da Moda.

 Os rumores davam conta que, o Prefeito estava insatisfeito com a baixa produtividade do Parlamentar em relação a Santa Cruz e o distanciamento político entre Fábio e Eduardo ficou mais escancarado em Agosto desse ano, quando o gestor esteve em Brasílio-DF garimpando recursos e anunciou o direcionamento de R$ 15 milhões de reais em emendas parlamentares do deputado do PSB, Felipe Carreras. Já o deputado federal Clodoaldo Magalhães (REDE) contemplou o município com um milhão e meio de emendas parlamentares.

 Após sua estadia na Capital Federal, o prefeito Fábio tentou minimizar os rumores, afirmando que Eduardo da Fonte continuava sendo o deputado que dá sustentação ao governo municipal de Santa Cruz e que contava com seu apoio.

 De acordo com o Blog do Jason Lagos, a escolha do substituto de Eduardo da Fonte no grupo denominado ‘Taboquinha’, deve ficar entre os deputados Felipe Carreiras e Clodoaldo Magalhães. Acreditasse também, que uma possível articulação do deputado estadual Diogo Moraes (PSB) poderia culminar com uma aliança com o deputado federal socialista, o que para o grupo de Fábio, não cairia bem, já que Carreiras tem o nome envolvido em questões éticas a exemplo de compra irregular de um grande espaço no São João de Caruaru no Agreste Central, para exploração comercial e denúncia feita por um empresário, que o acusa o Parlamentar de ter pedido uma propina de R$ 35 milhões, no âmbito da CPI da Manipulação do Futebol. O objetivo do pedido de propina, segundo o denunciante, seria proteger o interesse das casas de apostas na Comissão Parlamentar de Inquérito.

 Já sobre o partido em que Fábio deve se filar, ainda não foi anunciado, no entanto, especula-se a probabilidade de migração para à REDE de Clodoaldo Magalhães ou para a federação composta pelos partidos PT, PV e o PC do B.

 Embora que muito remota, ainda existe a possibilidade de Aragão buscar caminho para o PSDB da governadora Raquel Lyra, o que também poderia deixar um clima tenso com Diogo Moraes que opera no campo de oposição.

 Caso se concretize de forma oficial o rompimento de Fábio Aragão e Eduardo da Fonte, como ficará o posicionamento do vereador Carlinhos da Cohab (PP), do secretário Natálio Arruda e do ex-vice-prefeito Dimas Dantas, correligionários assíduos do deputado progressista? Essa é a pergunta que não deixa calar.

Do: Blog Agreste Notícia

Nenhum comentário: