_________CLIQUE NA IMAGEM E CONFIRA NOSSO CATÁLOGO_________

_________CLIQUE NA IMAGEM E CONFIRA NOSSO CATÁLOGO_________

terça-feira, 5 de julho de 2022

PATRULHA AMBIENTAL APREENDE SERPENTES NA FEIRA DO TROCA-TROCA EM SANTA CRUZ DO CAPIBARIBE

 A Patrulha Ambiental da GCM – Guarda Civil Municipal – recebeu denúncia dando conta que na Feira do Troca-Troca em Santa Cruz do Capibaribe, Agreste Setentrional de Pernambuco, estava havendo a exibição de animais silvestres.

 No local foram identificadas duas pessoas que se autodenominavam “índios” e manipulavam serpentes com intuito de auferir ganhos financeiros de telespectadores. Os suspeitos negaram a posse de qualquer tipo de animal, no entanto, através de uma busca em veículo que estava em posse dos envolvidos, foram apreendidas três serpentes em ambiente confinado.

 Identificado o flagrado crime ambiental dada as circunstâncias de abuso e criação ilegal de animais silvestres (já que os suspeitos não tinham qualquer tipo de autorização expressa emitida por órgãos de competência legal do Estado), os imputados foram apresentados na Delegacia de Polícia.

 Foi apreendida na oportunidade uma caminhoneta, um reboque, cinco caixotes artesanais para transporte de cobras incluindo um para cobra peçonhenta; três serpentes sendo uma delas uma Jiboia medindo cerca de 60 centímetros, uma Jiboia medindo cerca de 1,5 metros e uma Cascavel medindo aproximadamente 1,2 metros.

 As serpentes foram levadas até o CETAS TANGARÁ (Centro de Triagem de Animais Silvestres) em Aldeia-PE aonde passaram por avaliação veterinária e iniciarão o processo de readequação a vida silvestre.

 A patrulha Ambiental alerta que serpentes não devem ser retiradas da natureza para criação em residências e nem tampouco manipuladas em quaisquer circunstâncias. Apesar de algumas não possuírem peçonha (veneno) a sua picada pode ser extremamente dolorosa e o risco de infecção é alto. No caso da Cascavel, sua peçonha possui 65% de crotoxina, proteína que é seu principal componente ativo que inibe os movimentos musculares causando parada cardiorrespiratória levando a vítima a óbito entre 2h e 6h. Caso depare-se com uma serpente, acione a Patrulha Ambiental pelo número: (81) 9.8239-1922.

Do: Blog Agreste Notícia

Nenhum comentário: