_________CLIQUE NA IMAGEM E CONFIRA NOSSO CATÁLOGO_________

______________CLIQUE NA IMAGEM E SAIBA MAIS____________

segunda-feira, 28 de junho de 2021

COMO SE TORNAR UM MÉDICO NO REINO UNIDO: CINCO DICAS PARA CANDIDATOS ÀS ESCOLAS MÉDICAS INTERNACIONAIS

 Tornar-se médico não é uma tarefa fácil – estudar medicina por seis anos é apenas o começo do que pode ser uma busca pelo conhecimento para toda a vida. Uma vez qualificado, você aprenderá constantemente até o dia de sua aposentadoria. Estudar no exterior também nem sempre é fácil, principalmente se você ainda estiver aprendendo inglês, mas geralmente é a maneira de obter a melhor educação. Um diploma no Reino Unido, Estados Unidos, Canadá ou Austrália pode colocá-lo em uma boa posição para trabalhar após a formatura em seu país de origem, ou mesmo exercer a medicina no exterior. Veja então algumas dicas que a St. George’s University of London, uma das mais renomadas faculdades de medicina no Reino Unido, revelou para o site iStudentglobal sobre as várias etapas que um candidato internacional precisa enfrentar na sua jornada para estudar e tornar-se médico no Reino Unido.

1. Planeje seus estudos com antecedência

 A inscrição no curso de medicina pode ser um processo que se estende por vários meses. A maioria das escolas de medicina do Reino Unido exige que você envie sua inscrição até praticamente um ano antes do início do curso. Sabendo disso, você precisa começar a se preparar mais cedo.

 É importante pesquisar os requisitos de entrada em cada escola de medicina para a qual você está se inscrevendo. Você precisa garantir que tem o perfil certo para ter a melhor chance de ser convidado para uma entrevista.

 O início do penúltimo ano escolar é um bom momento para começar a pensar em como obter as qualificações e a experiência de que você precisa para se tornar um candidato competitivo. Se você não está estudando para ter um diploma de ensino médio aceito para entrada direta em medicina, você precisa pensar em fazer os níveis exigidos ou se inscrever em um programa de base médica internacional.

2. Identifique suas opções

 Todas as escolas de medicina do Reino Unido devem atender aos rigorosos padrões do UK’s General Medical Council para que você tenha certeza de que receberá uma educação médica de alta qualidade, seja qual for a escola de medicina que escolher. Em vez de se fixar nas opções de melhor classificação – portanto, com mais concorrência – certifique-se de escolher escolas de medicina nas quais suas notas atendam ou excedam os requisitos mínimos e sua pontuação seja competitiva.

 Você também deve considerar que tipo de estilo de ensino e aprendizagem é mais adequado para você. Muitas escolas médicas do Reino Unido oferecem um currículo de ‘Problem Based Learning’ (ou Aprendizagem Baseada em Problemas), em que a aprendizagem independente é um elemento-chave da experiência. Este método é adequado para alunos ativos e que com espírito de equipe.

 Uma ótima maneira de sentir o que é uma faculdade de medicina é fazer uma visita. Os dias abertos são a melhor época para visitar. Se você estiver viajando para o exterior e não coincidir com dias de visita, basta entrar em contato com as escolas nas quais está interessado antes de se inscrever para marcar um horário para alguém recebê-lo. Lembre-se de verificar sua elegibilidade com antecedência para evitar uma viagem perdida.

3. Considere estudar no exterior

 A maioria dos estudantes de medicina no Reino Unido são recém-formados no ensino médio. Como não é necessário ter um diploma pré-médico, os médicos estagiários no Reino Unido podem se qualificar com menos anos de estudo. Normalmente, passam-se cinco ou seis anos após a conclusão dos níveis A, diploma IB (International Baccalaureate) ou uma qualificação equivalente. Opções de graduação mais curtas também estão disponíveis.

 Os diplomas de medicina do Reino Unido são amplamente reconhecidos e respeitados em todo o mundo, embora seja sempre aconselhável verificar com as autoridades do país ou estado em que você está planejando exercer, para ver o que envolverá a revalidação de um diploma do Reino Unido.

 Estudar medicina no Reino Unido também lhe dará a oportunidade de trabalhar no NHS (National Health Service), o maior serviço de saúde com financiamento público do mundo. Muitos diplomas de medicina no Reino Unido permitem que os alunos comecem estágios clínicos desde o início do programa, o que lhes dá ampla experiência prática durante os estudos.

4. Obtenha experiência de trabalho

 Para ser um candidato competitivo, você precisa demonstrar que ganhou alguma experiência extracurricular relevante. As escolas de medicina do Reino Unido estão interessadas em candidatos que se envolveram em atividades que os ajudaram a desenvolver as habilidades de que precisarão em suas futuras carreiras.

 Os candidatos bem-sucedidos frequentemente realizam uma série de atividades relevantes, que podem incluir seguir um médico, mas também trabalho voluntário, trabalhar com idosos, crianças, pessoas com necessidades especiais ou refugiados, entre outros. Você terá apenas sua inscrição e a duração limitada de sua entrevista para comunicar sua experiência às escolas de medicina. Certifique-se de fazer anotações, escolher alguns eventos importantes e refletir sobre suas experiências com antecedência para que você possa se concentrar nelas em sua aplicação.

5. Inscreva-se em até quatro escolas médicas

 As escolas de medicina exigirão altas notas acadêmicas, mas isso não é tudo. Pode haver muitos candidatos para cada vaga nos cursos mais competitivos, então você pode maximizar suas chances de receber uma oferta pesquisando exaustivamente os requisitos de entrada das diferentes escolas que você está considerando para o processo de seleção. Estas informações devem estar disponíveis nas páginas da instituição na Web.

 A maioria das instituições também insiste em um teste de admissão e uma entrevista. A entrevista médica pode assumir vários formatos, sendo o mais comum o Multi Mini Interview (MMI). Isso envolve a movimentação dos candidatos em várias estações, cada uma das quais lhes dá a oportunidade de demonstrar suas habilidades e experiência por meio de cenários e problemas para resolver, além de perguntas sobre suas próprias experiências.

 Você pode se inscrever em quatro programas médicos diferentes através do UCAS (Universities and Colleges Admissions Service ou, em português, Serviço de Admissão em Universidades e Faculdades), que centraliza todas as informações sobre graduação no Reino Unido, além de uma quinta opção. A maioria dos candidatos escolhe o curso de ciências biomédicas para sua quinta opção. Isso lhes dá a opção de transferir para medicina em um estágio posterior, no caso de um alto desempenho.

Do: Blog Agreste Notícia

Nenhum comentário: