_________CLIQUE NA IMAGEM E CONFIRA NOSSO CATÁLOGO_________

______________CLIQUE NA IMAGEM E SAIBA MAIS____________

sexta-feira, 21 de maio de 2021

BREJO DA MADRE DE DEUS VIVE MOMENTO MAIS CRÍTICO DESDE O INÍCIO DA PANDEMIA

 Localizada no Agreste central de Pernambuco, o município de Brejo da Madre de Deus vive seu momento mais crítico desde o início da pandemia causada pelo Novo Coronavírus. O município registrou o primeiro caso em 02 de maio de 2020.

 A proximidade com os municípios de Santa Cruz do Capibaribe que registrou 97 casos em 24h e Caruaru com 100 casos em 24h nesta última semana coloca Brejo da Madre de Deus em sinal de alerta. No mês de abril foram 143 casos confirmados em 30 dias. Já nestes primeiros 20 dias de maio já foram 216 pessoas que testaram positivo e 05 pessoas que faleceram em decorrência da Covid-19.

 Pernambuco se aproxima do limite de ocupação em leitos de UTI, sendo 44,5% dos leitos ocupados por pacientes das cidades do Agreste Pernambucano. A dificuldade em comprar oxigênio é uma realidade extremamente preocupante entre os prefeitos.

 A Secretaria Municipal de Saúde reforça a necessidade de as pessoas usarem máscara, higienizar as mãos e praticar o distanciamento social além de repudia as pessoas que praticam aglomerações num momento como este. A Secretaria de Comunicação tem feito campanhas de conscientização com artes e vídeos de depoimentos de profissionais da saúde falando sobre a realidade que vive o município. 

 Hoje, o prefeito do município, Roberto Asfora, lançou nas redes sociais da Prefeitura um pronunciamento em que trata com muita serenidade o assunto e reforça que o bem mais precioso é a vida, Asfora pontuou:

 “Entendo a vontade de nos confraternizarmos, de estarmos juntos das pessoas queridas, do anseio da juventude por sair para se divertir, do stress causado pelo prolongamento excessivo desta pandemia. Mas o momento exige serenidade, exige sacrifícios da parte de toda nossa gente. As medidas tomadas são necessárias para que possamos evitar a perda de mais pessoas que amamos, sei da incerteza causada por estas decisões de restrição econômica, entendo aflição causada por isto. Mas a preservação de nosso bem mais precioso, que é a VIDA está acima de qualquer coisa, e o momento é crítico, não existe, infelizmente, outra maneira de buscar diminuir a curva de contágio em nossa cidade”.

Do: Blog Agreste Notícia Fonte: Assessoria

Nenhum comentário: