_________CLIQUE NA IMAGEM E CONFIRA NOSSO CATÁLOGO_________

______________CLIQUE NA IMAGEM E SAIBA MAIS____________

quinta-feira, 14 de janeiro de 2021

“SE O GRUPO TIVESSE PERMANECIDO UNIDO, ROBERTO TERIA PERDIDO MAIS UMA ELEIÇÃO”, GARANTE EX-VICE-PREFEITO JOSEVALDO

 O ex-vice-prefeito Josevaldo Lopes (Republicanos) concedeu entrevista ao programa Marcondes Moreno transmitido pela Rádio São Domingos FM nesta quinta-feira (14). Esse foi o primeiro pronunciamento depois da eleição do dia 15 de novembro de 2020, do Cowboy.

 Na oportunidade, o entrevistado pontuou que o ex-prefeito Hilário Paulo (PSD) iniciou fazendo um bom governo, mas na ótica dele, se perdeu posteriormente e o resultado da eleição foi provocado pela perda de lideranças políticas.

 “Eu era oposição ao governo de Hilário a partir de 2018, depois da eleição de deputado, a gente se elegeu juntos, eu era oposição ao prefeito Hilário, eu não sou oposição a pessoa de Hilário, contra a pessoa de Hilário eu não tenho nada! Acho que Hilário começou muito bem, mas depois se perdeu, não sei o que aconteceu que ele se perdeu!”, enfatizou completando: “A política é a arte se somar, mas Hilário começou a perder grandes e fortes braços políticos, vereadores, apoiadores e lideranças, isso foi o que causou o resultado dessa eleição”.

 Ainda na oportunidade, Josevaldo Lopes reconheceu que Hilário fez muitas obras, foi na visão dele, o prefeito que mais trabalhou por São Domingos.

 “Ele fez, conseguiu muitas coisas para São Domingos, a gente tem que reconhecer isso, digo para você, que do conhecimento que tenho de prefeitos, foi o que fez mais por São Domingos, lógico que, tem uma coisa ou outra que no meu ponto de vista, foi mal feita, poderia ter sido melhor, mas cada um tem sua visão...”.

 O Republicando ainda explicou que tinha um acordo político com Hilário, em que seria vice em 2016, candidato à reeleição em 2020 e em 2024 seria o candidato natural a prefeito, mas sentiu que o ex-prefeito Dr. Edson preparava seu assessor especial Frailan Mota para ser candidato a prefeito.

 “Eu posso até ser matuto, mas besta e doido não! Eu comecei perceber que quando se passou uma média de um ano e meio a dois anos de governo, começou a ser desenhado Frailan para ser candidato a prefeito, que na verdade ele se preparou para ser o candidato a prefeito, mas eu diria que, ele não teve gabarito para ir a disputa como prefeito, pois Hilário não deixou passar por cima dele... Hilário disse, ‘o candidato sou eu’, então ele teve que recuar e aceitar ser vice, então se eu tivesse lá, não tinha sobrado nada para mim e eu queria permanecer com minha posição de vice-prefeito, mas eu não teria conseguido ser o vice-prefeito de Hilário em 2020, pois Hilário quando pesasse na balança o ex-prefeito Dr. Edson e Josevaldo, a gente tem que ser realista, naquele momento Dr. Edson pesaria mais que eu”, ressaltou.

 Para o Cowboy, o momento que fez com que Roberto Asfora (PL) virasse o resultado da eleição, foi quando o TRE – Tribunal Regional Eleitoral – liberou a sua candidatura e considerou se o grupo ‘Nação Azul’ tivesse unido, certamente teria vencido o pleito eleitoral.

 “A decisão e a minha candidatura ajudaram Roberto, pois se eu estivesse junto de Dr. Edson e de Hilário, do grupo Azul, a gente se somar os votos, a gente sabe que unidos a gente venceria a eleição mais uma vez, a verdade é essa, se o grupo tivesse permanecido unido, Roberto teria perdido mais uma eleição”, explicou.

 Ainda na entrevista, também afirmou que fará oposição de forma responsável ao governo do atual prefeito Roberto Asfora e que preferiria morrer do que fazer o que Rubinho Nunes (PSB) fez na véspera da eleição.

 “Até hoje eu não entendi, não cheguei a conversar com ele depois que aconteceu o apoio dele a Roberto, eu nunca faria um negócio daquele, vou ser bem sincero, eu preferia morrer do que tomar uma atitude daquele, prefiro a morte, eu poderia ter apenas um voto, mas teria um voto com honra, não iria desonrar, eu não iria desmoralizar, eu não iria trair as pessoas que passaram o tempo todo defendendo uma bandeira e de uma hora para outra, dizer ‘não sou mais candidato’, eu vou tá brincando de fazer política é? Na política não temos que brincar, temos que fazer política séria”, disparou.

 Por fim, Josevaldo desejou sorte ao atual prefeito e disse que seguira fazendo oposição de forma responsável.

Do: Blog Agreste Notícia

Nenhum comentário: