_________CLIQUE NA IMAGEM E CONFIRA NOSSO CATÁLOGO_________

______________CLIQUE NA IMAGEM E SAIBA MAIS____________

domingo, 6 de setembro de 2020

“SERÁ QUE SÓ O FATO DELE SER FILHO DO SAUDOSO FERNANDO ARAGÃO O CREDÊNCIA PARA QUE SEJA CANDIDATO?”, QUESTIONA VEREADOR CAPILÉ DA PALESTINA


 O vereador de Santa Cruz do Capibaribe, Capilé da Palestina (PSD), concedeu entrevista no programa 30 Minutos de Prosa transmitido através da FanPage do Blog Agreste Notícia a apresentado por Sidney Lima. Na oportunidade, o parlamentar afirmou que sua bandeira na atual legislatura foi a área social.
 “Todo vereador tem que carregar uma bandeira, eu não poderia ser diferente que não fosse o social, já que não nasci aqui em Santa Cruz, mas cresci em uma comunidade carente e sabemos as dificuldades, então, nada mais do que justo, que a gente lutar para que aquele esgoto, para que aquela rua que não tenha saneamento básico possa ter, para que aquela rua que não tenha pavimentação, ela possa ter e para aquelas pessoas que não tem uma assistência social digna pela Prefeitura, a gente possa batalhar e correr atrás”.
 Para Capilé, a eleição de 15 de novembro, entra para a história da Capital da Moda devido o fortalecimento de uma terceira alternativa na cidade, no entanto, prefere não subestimar os grupos tradicionais.
 “Essa eleição já entrou para a história de Santa Cruz do Capibaribe como um oportunidade a mais para a cidade. Eu costumo dizer que a gente não deve menosprezar nem o grupo tradicional ‘Taboquinha’ e nem o grupo tradicional ‘Boca-Preta’, a gente através desse projeto ‘Santa Cruz Merece Mais’ não pode menosprezar a história de nenhum dos grupos, até mesmo porquê, todo cidadão mora em Santa Cruz do Capibaribe há mais de 10 anos, já votou em uma das alas, pois Santa Cruz só tinha duas opções, ou você votava no Azul ou votava no Vermelho”, enfatizou.
 Capilé ainda fez uma reflexão do quanto o partidarismo atrapalha o desenvolvimento de Santa Cruz do Capibaribe e que a paixão partidária só é benéfica para o político, mas não para a cidade, segundo ele.
 “Hoje esse projeto ‘Santa Cruz Merece Mais’ é um projeto que veio mostrar que realmente Santa Cruz pode ter mais opções, que Santa Cruz pode ter uma viabilidade que não venha nem de A e nem de B, mostrando algo novo, mostrando que pode sim haver um projeto para a cidade que venha da vontade do povo. O nome do nosso pré-candidato a prefeito Allan Carneiro, não foi indicado pelo vereador Capilé, não foi indicado por outra liderança política, ele foi uma aclamação popular”, disse completando: “Nós de Santa Cruz do Capibaribe teremos o remédio que a cidade quiser, pois o remédio para um político ruim, é um político bom! O remédio para um vizinho ruim, é um vinho bom! Então, a gente tem a realidade que a gente quer, então se a gente quiser continuar com essas ruas esburacadas, se a gente quiser continuar para ter a nossa rua calçada, tendo que pagar, a gente continua com a realidade que tá, mas se a gente quiser mudar essa realidade, a gente tem que continuar acreditando e acreditar que é possível, pois só depende de nós”.
 Avaliando a pré-candidatura de Fábio Aragão (PP), o Vereador considerou que o fato de ser filho de Fernando Aragão, que faleceu no mês passado em virtude do Covid-19, não o credência a disputar o cargo que antes era almejado pelo pai.
 “Com todo respeito a memória do saudoso Fernando Aragão, que foi um político da qual eu me espelho, pela trajetória, digo a você e a todos que estão nos assistindo nesse momento, é um político que tenho orgulho em dizer que é um exemplo a ser seguido, mas eu acho que cada um tem que construir a sua história, eu não posso simplesmente traçar um caminho dizendo ‘não, eu estou seguindo a história de fulano’, não, eu tenho que ser capaz de construir a minha e para mim ser capaz de construir a minha, eu tenho que passar a população quem sou eu e não de quem está ao meu lado, não quem foi meu pai ou quem foi minha mãe, eu tenho que mostrar quem sou eu... Será que só o fato dele ser filho do saudoso Fernando Aragão o credência para que ele seja candidato?, eu acho que ele merece sim, seguir os caminhos do pai, mas para ser candidato a prefeito é um quanto precipitado”, avaliou.
 Para Capilé, a gestão de Allan a frente do Moda Center Santa Cruz o credencia para disputar a Prefeitura da cidade, já que segundo ele, conseguiu uma boa aprovação e voltou a criticar a paixão partidária.
 “Quem ganha mais com a questão política, a cidade ou o político? Eu gosto muito de citar meu exemplo, muitas vezes eu ia para os comícios e quando Zé Augusto falava ‘baixa, baixa, baixa’, eu me jogava no chão, aí eu pergunto, quantas vezes daquelas que eu me joguei no chão eu estava pensando no melhor para minha cidade? Eu estava ali por que eu era uma pessoa apaixonada politicamente! Muitas vezes a gente escuta a seguinte frase: ‘Fulano pode colocar uma cachorra que eu voto!’, então, espera aí minha gente, o voto da gente tá decidindo o futuro de nossa cidade”.
 Avaliando o governo do prefeito Edson Vieira (PSDB), Capilé da Palestina considerou que houve acertos, no entanto, segundo ele, foi marcado pela corrupção.
 “Ele teve seus acertos, mas infelizmente a gestão vai ser marcada por gestos de corrupção como o exemplo do ex-secretário Cláudio Soares que era o secretário de Turismo aqui de nossa cidade, que foi afastado pelo MP devido indícios de corrupção na gestão”.
 Por fim, ele ainda comentou a situação do nome do vereador Helinho Aragão (PSB) que teve o nome estimulado a concorrer ao cargo de prefeito, mas foi abortado posteriormente com a morte de seu tio Fernando Aragão e também da escolha da pré-candidata a vice-prefeita na chapa encabeçada por Allan Carneiro.
 “Ele escolheu o melhor nome para complementar ele... Allan escolheu aquele nome que mais representa a história de Santa Cruz do Capibaribe, pois ela é formada em sua grande maioria, de trabalhadores e Vera tem uma história de trabalho em Santa Cruz do Capibaribe”.
Assista a entrevista na integra:

Do: Blog Agreste Notícia

Nenhum comentário: