quarta-feira, 26 de agosto de 2020

“EU NÃO VEJO ELE COM ESSE CACIFE PARA TAL”, COMENTA RUI MEDEIROS SOBRE POSSÍVEL CANDIDATURA DE FÁBIO ARAGÃO


 O ex-vereador de Santa Cruz do Capibaribe, Ruy Medeiros, que também foi presidente da Casa de Leis José Vieira de Araújo (Câmara Municipal), Rui Medeiros, em entrevista concedida ao programa Cidade em Foco, comentou sobre a possível candidatura ao cargo de prefeito Fábio Aragão, filho do ex-vereador Fernando Aragão que faleceu na semana passada em decorrência a problemas provocados pelo Covid-19.
 Rui que recentemente declarou apoio ao pré-candidato a prefeito e ex-síndico do Moda Center Santa Cruz, Allan Carneiro (PSD), justificou que Fábio não tem experiência política para enfrentar as eleições desse ano.
 “Eu via Fernando como um líder para ganhar a eleição pelo lado da oposição, um dos líderes fortes para ganhar a eleição, mas com a partida dele infelizmente, a gente ver que o grupo dos ‘taboquinhas’ estava desunido e ainda encontra-se naquela celeuma de indicações, no caso de Helinho e agora se fala nas bocas miúdas sobre a substituição de Fernando pelo filho dele, mas eu não vejo essa possibilidade, do filho de Fernando enfrentar essa batalha no momento, por que é fundamental que se tenha um pouco de experiência na vida política e eu não vejo ele com esse cacife para tal”.
 Ainda na oportunidade, o comissário da Polícia Civil aposentado, fez crítica a chapa pré-anunciada de Dida de Nan (pré-candidato a prefeito) e Joselito Pedro (pré-candidato a vice).
 “Pelo lado da Prefeitura, a gente ver que vem Dida de Nan indicado pelo próprio prefeito com o seu vice, o que indica uma continuidade de promessas, de desavenças e que não vejo objetivo nenhum de ter uma Santa Cruz melhor e por isso que eu me alinhei a Allan Carneiro”, explicou.
 Rui foi eleito vereador na eleição de 2004 ao cargo de vereador em Santa Cruz do Capibaribe, com 1.400 votos e esteve na condição de presidente da Câmara de Vereadores no biênio 2005/2006 e em 2008 tentou a reeleição, mas com 1.629 votos teve sucesso. Ele em 2016 migrou para a política do Brejo da Madre de Deus e disputou o cargo de vereador aonde obteve 704 votos, mas também não foi eleito.
Do: Blog Agreste Notícia

Nenhum comentário: