sábado, 21 de setembro de 2019

“QUE PRESIDENTE 'DO PARAGUAI' É ESSE?”, DISPARA JOAB CONTRA AUGUSTO QUE DEVE ACIONAR COMISSÃO DE ÉTICA


 As discussões começaram após a apresentação do projeto de suplementação 014/2019 para votação, o vereador Joab do Oscarzão (PSD) pediu vistas do mesmo, e a reunião teve prosseguimento, com a apreciação de outras matérias e inclusive a aprovação de sete novas leis. Nos minutos finais da reunião que durou mais de duas horas, mesmo sem o uso da tribuna, o vereador Capilé da Palestina (Podemos) pediu a palavra e solicitou que Joab devolvesse o projeto, pedido endossado pelos vereadores Carlinhos da Cohab (PTB) e Zé Minhoca (PSDB).
 Joab não apenas negou a devolução do projeto para votação, que dentre outros pontos, tratava de recursos para a realização da Festa de São Miguel, como reclamou da liberação de verbas também para o Louva Santa Cruz, evento da comunidade evangélica que acontece no mês de outubro.
 “Conheço a festa de São Miguel, quando criança eu brincava nas canoas (...) vou analisar direitinho e vou devolver o projeto, para ver se realmente precisa desse valor todo (...) Mês que vem, vem o Louva Santa Cruz, vai se gastar quanto no Louva Santa Cruz? 100 mil reais? Não sou de acordo de gastar 100 mil reais no Louva Santa Cruz, não sou de acordo”, disse o parlamentar.
 O Dia de São Miguel, principal feriado católico do município é comemorado em 29 de setembro, e considerando-se que o prazo regulamentar de vistas é de até seis dias, a verba suplementar pode ser liberada há poucos dias do evento, comprometendo uma tradição centenária que é festejada mesmo antes da emancipação política de Santa Cruz do Capibaribe.
 Foram apresentados ofícios que foram lidos no início da reunião, inclusive em outro momento, onde estiveram parlamentares e representantes da Igreja Católica, e onde, segundo Carlinhos, Joab teria se comprometido a votar favorável ao projeto.
 Carlinhos da Cohab se desculpou com a comunidade católica e Joab pediu para voltar a usar a palavra, o que não foi permitido pelo presidente da Câmara, Augusto Maia (Podemos). O chefe do poder legislativo encerrou a sessão, e fora dos microfones, Joab se levantou e disse “Conduza dessa forma, que você está conduzindo certo”, após Augusto não ter revidado o comentário, uma vez que estava de saída para uma entrevista na Rádio Polo FM, Joab disparou: “Que presidente do Paraguai é esse?”, seguindo Augusto até a cozinha da Câmara.
 Augusto Maia deixou Joab para trás, mas tão logo chegou à emissora de rádio, citou o caso, ao ser questionado pelo debatedor Romenyck Stiffen, já iniciando sua fala fazendo críticas a postura de Joab do Oscarzão.
 “De fato aconteceu um atrito, mais um episódio que envolve o vereador Joab, já nem sei com quantas pessoas e quantos atritos ele teve durante essa legislatura”, comentou Augusto.
 Ele explicou que o projeto passou pelas devidas comissões, inclusive com a relatoria de Joab do Oscarzão na Comissão de Finanças e Orçamento, e disse que todos ficaram espantados com o pedido de vistas, pois o próprio vereador apresentou uma emenda ao projeto.
 Augusto falou especificamente do momento de exaltação de Joab, assegurando que levará o caso à Comissão de Ética da Casa e que inclusive teria sido insultado após ambos saírem do Plenário Vereador Ciríaco Ramos.
 “Quais serão as medidas a partir de agora, já conversei com vereadores que fazem parte da Comissão de Ética e isso vai ser discutido sem dúvida alguma, Joab já vem se excedendo há algum tempo (...) Isso vai ser levado à Comissão pela maneira, pelas palavras, não apenas hoje, mas com outros pares, quem acompanha as sessões vê que sempre ao final ele se exalta, não sei se querendo aparecer, mas isso de fato será encaminhado à Comissão de Ética e nós vamos analisar as medidas cabíveis”, assegurou Augusto Maia.
 O caso deve ser apresentado e apreciado nos próximos dias.
Do: Blog Agreste Notícia

Nenhum comentário: