segunda-feira, 20 de agosto de 2018

VEREADORA JESSYCA APRESENTA DENÚNCIA CONTRA VEREADOR JOAB DO OSCARZÃO


 A vereadora de Santa Cruz do Capibaribe, Jessyca Cavalcanti (PTC), apresentou denúncia no Ministério Público Federal contra o vereador Joab do Oscarzão (PSD), que segundo Ela, realizava juntamente com sua esposa Vanessa Oliveira Batista, cobranças indevidas de integrantes do Movimento dos Trabalhadores Sem Teto (MTST) do município localizado no Agreste Setentrional de Pernambuco, sob a promessa de inserir os mesmos em programas de habitação do Governo Federal.
 Antes da denúncia, a Vereadora entregou um ofício ao denunciado solicitando informações a respeito das supostas cobranças irregulares, mas o parlamentar irritado havia rasgado o ofício em sua presença.
 De acordo com Cavalcanti, Joab recebia através de carnês R$ 5,00 mensais de cada associado com a promessa que eles receberiam uma residência do programa Minha Casa, Minha Vida. A vereadora Jessyca ainda afirma que eram cerca de três mil pessoas que eram vítimas e que entrou em contato com o reverendo Marcos Cosmo, um os líderes do MTST de Pernambuco, que teria dito que o movimento não trabalha com carnês.
 O vereador Joab do Oscarzão questionado sobre a denúncia justificou que tem sido alvo de perseguição política e que essa seria uma tentativa do prefeito Edson Vieira (PSDB) e da vereadora Jessyca de calar sua voz. Ainda de acordo com Ele, não havia nenhuma promessa de doação de casas aos associados que contribuíam de forma voluntária com o movimento, mesmo assim, a contribuição há cerca de quatro anos foi suspensa.
 Na reunião ordinária da Câmara Municipal de Vereadores, Jéssyca Cavalcanti, falou sobre a polêmica denúncia, afirmando ter recebido ameaças do vereador Joab que também teria ameaçado sua família.
 “A saída do vereador da secretaria culminou na inquietação dessas pessoas. Estavam angustiados com isso e o que foi que eu fiz, como vereadora foi um ofício solicitando do vereador Joab esses esclarecimentos, de como eram aplicados essa contribuição e também o estatuto do MTST. Estava eu na sala de reuniões com Ernesto e outros vereadores, e ele, de forma agressiva, rasgou o ofício e jogou na minha cara, ameaçando a mim e a minha família”, revelou.

  Na mesma reunião o vereador rebateu as denúncias considerando as mesmas de levianas e acusou Jessyca de fazer parte de uma quadrilha.

 “É uma denúncia leviana... Me tornei uma pedra no sapato do prefeito e a senhora leva grito dele... Estou há noites sem dormir, mas não vão me calar não. Jessyca deve ter ficado com medo de ir ao Ministério Publico Federal e ficar presa lá, pois ela faz parte de uma quadrilha. O povo já está dando a resposta”, disse ele completando com uma denúncia contra a primeira dama Alessandra Vieira: “O que ela fez foi colocar pessoas que não precisavam no projeto das casas do Jaçanã e esse vereador denunciou em 2014. Essa corja que está aí, e o prefeito que diga que é minha mentira, que deu casa ao seu motorista e que lá dormia um casal de cachorros. Casas estão sendo alugadas, vendidas e o povo sabe disso. O povo sabe da ‘honestidade’ de Alessandra Vieira”.
Do: Blog Agreste Notícia

Nenhum comentário: