terça-feira, 15 de maio de 2018

“EU NÃO TENHO NADA A VER COM ESSE GOVERNO QUE ESTÁ AÍ, PARA MIM ELE FAZ PARTE DO GOVERNO ANTERIOR”, AFIRMA PASTOR EURICO


 O deputado federal Pastor Eurico (PEN-PE), durante entrevista concedida á Filadelfia FM, falou sobre sua luta junto ao movimento emancipacionista em Brasília-DF, além de comentar a importância da dignidade na política, sobretudo, com a proximidade das eleições de outubro. 
 A causa emancipacionista em torno da PLP 137/2015, que visa consolidar a criação, incorporação, fusão e o desmembramento de municípios, ganhou novas expectativas com a possibilidade da entrada da proposta na pauta de votações da Câmara Federal. Na região, distritos como Pão de Açúcar (Taquaritinga do Norte) e São Domingos (Brejo da Madre de Deus) contam com movimentos de emancipação. 
 “Agora voltamos à guerra, a luta novamente. Temos ai a PLP que está para ir para a pauta, estamos na luta para seja pautado (...). Um absurdo, temos distritos com até 100 mil habitantes, que não são emancipados. Nós estamos juntos nesta batalha, esperamos que possamos lograr êxito e esses distritos possam ser transformados em cidades, pois quem ganha com isso é a população”, defendeu o parlamentar. 
 Caravanas de todo o país se organizam para se fazerem presentes na Capital Federal com o objetivo de pressionar a classe política para a aprovação do projeto. Para Pastor Eurico, a pressão é importante, mas um fator tem atrapalhado os trabalhos na Câmara Federal.
 “Ali em Brasília funciona muito na pressão, na pressão popular. Não existe acordo para protelar nada, a nossa luta é para que se vote. O grande problema é que estamos enfrentando o jogo da oposição, a obstrução feita hoje pelos partidos de esquerda que não querem que vote nada, tivemos duas semanas sem votar nada, um prejuízo muito grande para o Brasil”, alegou. 
 O parlamentar afirmou que é comprovado o crescimento das cidades emancipadas, e que a oposição precisa se conscientizar e votar pelo o que é bom para o Brasil.
 “Eu não tenho nada a ver com esse governo que está ai, para mim ele faz parte do governo anterior. Acontece que independente de quem esteja no poder, a gente tem que separar o que é bom para sociedade e o que não é, e o que é bom para sociedade nós temos que votar”, disse. 
 Ainda na oportunidade, o deputado ressaltou a importância da dignidade na política, citando atitudes que podem contribuir para o fortalecimento da honestidade.
 “Sou um deputado que não tenho dinheiro. Eu não vou negociar minha dignidade. Hoje a população tem a maior arma, que se chama o voto, o voto consciente. Eu tive 233.762 votos neste estado, e desafio um que diga que dei um real para ele votar”, afirmou o pastor que ainda pediu a população para exercitar a consciência no momento do voto.
Por: Alberes Xavier
Do: Blog Agreste Notícia

Nenhum comentário: