sexta-feira, 16 de março de 2018

PROGRAMA DE CADASTRO DE CELULARES EM PERNAMBUCO AJUDA POLÍCIA A DEVOLVER 58% DOS APARELHOS RECUPERADOS ÀS VÍTIMAS DE ROUBOS

 Lançado em março de 2017, o programa Alerta Celular, que cadastra celulares em Pernambuco para facilitar a localização dos donos em possíveis casos de roubo, possibilitou que cerca de 800 vítimas desse tipo de roubo no estado recebessem os aparelhos de volta. Isso representa 58% dos 1.372 celulares recuperados após a atuação da polícia nesse período de quase um ano.
 A recuperação dos celulares acontece após a conferência do IMEI, sigla em inglês para Identificação Internacional de Equipamento Móvel. O número é encontrado no interior do aparelho ou digitando o código *#06#. Para a polícia, o IMEI é o dado mais importante dentro do Alerta Celular, mas também é necessário informar CPF do dono do dispositivo, e-mail e um telefone de contato.
 Em quase um ano de funcionamento, 120 mil pessoas foram cadastradas, como é o caso da artesã Hosana Barbosa de Oliveira, que foi vítima de um assalto e teve o celular recuperado após o cadastro no programa, que teve início em 29 de março de 2017.
 “Mesmo não acreditando muito, eu fui, prestei queixa, e para a minha surpresa, meses depois, o celular foi recuperado”, comemora.
 A dona de casa Maria da Guia de Souza e a filha, a vendedora Galba Jane Ramos, também tiveram o celular recuperado após um roubo dentro da própria casa.
 “Entraram de uma da manhã e levaram o meu celular e o da minha filha”, diz Maria da Guia.
 Segundo Galba, os aparelhos foram recuperados dois dias após a ocorrência.
 “Prestei a queixa numa quarta-feira e, na sexta, já obtive o resultado, que tinham pego os celulares de volta e prendido o ladrão”, afirma.
Polícia incentiva cadastro de celulares - Apesar da recuperação de mais de 1,3 mil celulares, 500 aparelhos não foram entregues aos donos por falta de identificação.
 “Nós vamos ter mais trabalho para localizar e identificar a vítima do que se eles [os celulares] estivessem cadastrados no Alerta Celular. Esse trabalho envolve toda uma checagem junto às operadoras para que nós possamos identificar o proprietário”, alega o delegado Humberto Ramos.
 Ainda de acordo com o governo de Pernambuco, o programa estaria inibindo o roubo e a compra de celulares roubados.
 “Nesses dois primeiros meses de 2018, teve uma diminuição de 30% do número de assaltos em relação ao mesmo período de 2017”, assegura o secretário de Defesa Social de Pernambuco, Antônio de Pádua.
 “Quem recebe ou negociou esse celular, mesmo de boa fé, vai responder por receptação, então não é interessante”, observa o major Luiz Cláudio Brito - assessor de comunicação da Polícia Militar de Pernambuco.
Como fazer - Para fazer o cadastramento, é preciso entrar no site da Secretaria de Defesa Social de Pernambuco (SDS-PE) e acessar a ferramenta Alerta Celular, no painel 'Destaque', no lado direito da página. No cadastro, a pessoa precisa informar o Identificador Internacional de Dispositivo Móvel (IMEI). É uma série de códigos numéricos que todo aparelho possui com registro na Agência Nacional de Telecomunicações (ANATEL).
 Esse número se obtém com uma consulta à nota fiscal ou à caixa do aparelho. Além disso, é facilmente encontrado usando o teclado do próprio celular: basta digitar *#06#, que o código aparecerá na tela (uma série de 15 dígitos).
Do: Blog Agreste Notícia

Nenhum comentário: