sexta-feira, 16 de março de 2018

OLHO NO OLHO COM DENIZIO JANUÁRIO

 A ditadura da "intolerância" - Vivemos em um país onde a minoria tomou para si o mote da intolerância para tentar impor seus ideais e o que acham certo. Tudo que não agrada às minorias é intolerância. O discurso do deputado Jean Wyllys é sempre o mesmo, que a justiça é para pobre, negros e homossexuais. Ninguém viu algum projeto dele para mudar essa situação, apenas propôs projeto para mudança de sexo pelo SUS para crianças de 12 anos e sem autorização dos pais. Os filhos hoje querem que os pais façam o que eles determinam, caso contrário, se levantam de tal forma que os pais se tornam reféns dos mesmos. Pais não podem dar palmadas, mas filhos podem bater em pai e mãe, matar, ferir que não há quem se levante.
 Valores de família foram destruídos, bem mais que desconstruídos. Hierarquia não há mais, filho é filho e pai e mãe são seus serviçais. Minoria impondo a vontade pra maioria. Se chamar um negro de negro é crime, um branco de branco é normal. Se morre um homossexual é diferente quando morre um heterossexual. Crime é crime, independente de quem seja. Não basta respeitar, temos que aceitar o que nos impõem e ainda querem que façamos parte pra mostrar que aceitamos. Respeito é respeito e basta.
Por: Denizio Januário/Crítico Literário
Do: Blog Agreste Notícia

Nenhum comentário: