terça-feira, 23 de janeiro de 2018

DE OLHO EM OUTUBRO - FERNANDO ARAGÃO CONFIRMA QUE PODE SAIR CANDIDATO A DEPUTADO FEDERAL

 A cena política de Santa Cruz do Capibaribe foi sacudida na manhã desta segunda-feira (22) com a notícia de que o ex-vereador Fernando Aragão pode disputar um mandato de deputado federal na eleição do próximo mês de outubro.
 A informação, que ganhou forças na tarde deste domingo (21), através de postagens no Facebook de eleitores de Fernando Aragão, ganhou contornos de realidade nesta segunda, com a confirmação, por parte de Fernando, de que o projeto pode mesmo se tornar realidade e ele pode sim, ser candidato a deputado federal na eleição deste ano.
 “Só saio se for para somar, estou à disposição do grupo e vamos discutir. Estou à disposição para discutir a viabilidade com grupo e tô tranquilo, mas estamos no início das discussões. Sabemos das dificuldades de Teobaldo em Santa Cruz por conta de suas votações nas reformas”, disse ele em entrevista ao programa ‘Rádio Debate’ da Polo FM.

 Mais adiante Fernando reforçou que ele e os demais vereadores do partido apoiam o nome de Zé Augusto para o posto de deputado estadual, para a formação de uma chapa Taboquinha com Fernando para federal e Zé para estadual.
 “Todos os sete vereadores estão apoiando Zé Augusto como pré-candidato a deputado estadual, mas se o grupo entender, meu nome está à disposição, desde que seja para fortalecer o nome de Zé Augusto, e consequentemente, o meu também caso ela chegue a ser concretizada”, afirmou.

 Caso venha a se confirma a pré-candidatura, Zé Augusto seria 'forçado' a romper seus laços políticos com o deputado federal Ricardo Teobaldo, para a partir daí, apoiar Fernando. Na entrevista a Polo o ex-vereador deixou claro que o nome de Ricardo Teobaldo enfrentará grandes resistências para ter o apoio dele e de outros nomes do grupo Taboquinha.
 “Nossa discussão faz parte de um embrião, não existe nada certo ainda, mas quanto a Teobaldo, sabemos que as votações dele, apesar de admirar ele, fazem com que tenhamos dificuldades em apoiá-lo. Mas destaco que vamos aguardar os posicionamentos sobre a Reforma da Previdência para podermos definir os rumos”, citou.

Por: César Mello

Do: Blog Agreste Notícia

Nenhum comentário: