sábado, 9 de dezembro de 2017

MESMO COM GRUPO RACHADO, ROBERTO ASFORA CONFIRMA POSSIBILIDADE DE DISPUTAR CARGO DE DEPUTADO ESTADUAL

 O ex-prefeito do Brejo da Madre de Deus, Roberto Asfora, confirmou ao Blog do Ney Lima a possibilidade de ser candidato a deputado estadual na eleição do ano que vem, afirmando que tal decisão será tomada até o mês de março de 2017.
 Asfora administrou o município do Brejo da Madre de Deus de 2001 a 2008, quando foi eleito em 2000 e reeleito em 2004. Ele ainda esteve prefeito de Agosto de 2013 a Agosto de 2014, quando venceu a eleição suplementar após a cassação do então prefeito Dr. Edson de Sousa (PTB), sendo afastado da prefeitura um ano depois, devido o Doutor ter vencido uma batalha na justiça eleitoral e ter sido reintegrado ao cargo para o qual foi eleito em 2012.
 Roberto Asfora já especulou a possibilidade de disputar o cargo estadual em 2010, chegando inclusive a registrar candidatura, mas teve a mesma indeferida pela justiça eleitoral. Na época o ex-prefeito apoiou a candidatura do então deputado estadual Diogo Moraes (PSB).
Racha – Uma das dificuldades de Roberto Asfora será unir novamente o grupo denominado ‘Jacaré’ em torno do seu nome, tendo em vista que, recentemente parte da bancada de oposição celebrou apoio ao empresário Rubinho Nunes, enfraquecendo assim, a base política do ‘Amarelinho de Ouro’ como é chamado por seus correligionários.
Sigla – Outra perda de Roberto Asfora é o Partido da Social Democracia Brasileira que recentemente teve sua diretoria transferida para correligionários do atual prefeito Hilário Paulo (PSD). O ex-prefeito disputou as últimas três eleições com a sigla 45 e apoiou a candidatura de Monica Asfora (sua esposa) no período eleitoral de 2016, também pelo PSDB.
 Sobre o assunto, o político afirmou que tem várias opções, dando como exemplo o Partido Social Cristão (PSC).

Ausência – Apesar de nunca ter sido um político presente no cotidiano do município, desde a derrota de sua esposa na eleição passada, Roberto Asfora se afastou ainda mais de suas bases, motivo que gerou insatisfação para muitas lideranças que abraçaram a base governista ou grupo liderado por Rubinho Nunes.

 Na entrevista concedida ao Blog, Roberto Asfora mostrou sua insatisfação com movimentos políticos realizados sem sua participação, pelos vereadores que hoje dão sustentabilidade aos projetos políticos do empresário Rubinho:
 “Por que não saíram antes da eleição? Por que usaram os votos amarelos? Não são tão bons, tão inteligentes? O povo tem um sentimento muito negativo com a traição e isso vem desde a época de Cristo”, declarou Roberto Asfora.

Do: Blog Agreste Notícia

Nenhum comentário: