quarta-feira, 1 de novembro de 2017

ANDRÉ DE PAULA COMENTA PARCERIA COM MUNICÍPIOS

 Em participação ao programa Cidade em Foco (Rede Agreste de Rádio), comandado pelo radialista Alberes Xavier, o deputado federal pernambucano André de Paula (PSD) esteve comentando a última semana movimentada na Capital Federal, onde na Câmara do Deputados foi rejeitado o prosseguimento da segunda denúncia apresentada pela Procuradoria Geral da República contra o presidente Michel Temer (PMDB). 
 Ao comentar a rejeição da segunda denúncia da PGR contra o presidente Michel Temer e os ministros Eliseu Padilha e Moreira Franco, o deputado afirmou:
 “O que é mais preocupante, é o custo disso, ou seja, o presidente foi para o corpo a corpo, voltou a fazer promessas que comprometem o futuro do seu governo, não apenas de liberação de emendas e cargos, mas agora com algumas coisas mais graves. Por exemplo, todo mundo comenta as mudanças profundas que ocorreram na proposta dos REFIS (Programa Especial de Regularização Tributária), onde o governo abriu mão de muitos recursos que poderiam entrar no seu caixa”.

 O deputado disse não compreender como se justifica os votos favoráveis à rejeição da denúncia.
 “O jogo é pesado, é um jogo pelo poder. Eu diria que é mais do que pelo poder, porque os ministros Moreira Franco, Padilha e o próprio presidente Temer, tem um mundo de denúncias contra eles, e com a autorização da investigação, eles perderiam o foro privilegiado. O meu voto foi, como na primeira votação, pela investigação do presidente (...). Eu não sei como é que alguém justifica um voto que não seja pela autorização dessas investigações. Eu fico perplexo com isso”, declarou. 

Parcerias - Na oportunidade o parlamentar esteve comentando recentes visitas de prefeitos e lideranças políticas a Brasília.
 “A gente tem a melhor boa vontade, obviamente eu gostaria de atender a todos, mas isso é impossível. A gente tem que estabelecer algumas prioridades, e essas prioridades precisam respeita a confiança que o povo teve no nosso mandato, então não há como não priorizar os municípios que eu represento (...).  A gente vai fazendo todos os esforços, para apoiar de todas as formas, não apenas no Orçamento da União, mas também nas atividades que ocorrem ao longo do ano. A gente tenta da melhor forma ser solidário e parceiro dos municípios”, ratificou. 

Do: Blog Agreste Notícia

Nenhum comentário: