terça-feira, 26 de setembro de 2017

PREFEITURA REALIZA 1° SIMPÓSIO DE COMBATE AO SUICÍDIO EM SANTA CRUZ DO CAPIBARIBE

 Foi realizado na Escola Técnica Estadual José Nivaldo Pereira Ramos em Santa Cruz do Capibaribe, o 1° Simpósio de Combate ao Suicídio. O evento faz parte da campanha “Setembro Amarelo”, promovido pela Secretaria de Governo e Desenvolvimento Social em conjunto com a Coordenadoria de Juventude e com participação dos psicólogos, que de maneira gratuita, se dispuseram a compor o calendário de atividades.
 Os psicólogos Jeysiel Marcos, Elizama Araújo, Alexandra Ferreira e Sérgio Hildo, realizaram discussões de conscientização sobre os principais problemas que levam os jovens a cometer suicídio.
 A estudante Elaine Araújo, alerta que alguns jovens, por influência dos meios de comunicação, acabam sendo induzidos a ter comportamentos que levam a mudar sua forma de pensar.
 “É muito importante que esses eventos sejam contínuos, pois nos dias de hoje é visível que alguns jovens se isolam de todos, e os problemas passam a aparecer devido a influência impulsionada pela mídia que por vezes muda a personalidade dos adolescentes”, pontuou.
 Para o psicólogo Jeysiel Marcos, especializado em Terapia Cognitiva e Neuropsicologia, os jovens procuram frequentemente atendimentos por problemas relacionados a automutilação, comportamento considerado autodestrutivo.
 “Muito bom reunir os estudantes com o propósito de difundir alguns dados que acaba afetando a adolescência, seja ele emocional ou de conflitos familiares, que levam os mesmos a crises depressivas e automutilação. Palestras como essa servem para mostrar os caminhos do tratamento e a importância da prevenção, evitando a consequência final do problema que é tirar a própria vida”, frisou.
 O coordenador da Casa das Juventudes, Tito Feitosa, alertou para a importância de campanhas voltadas à discussão do tema.
 “Um evento como esse é importante, pois serve para difundir informações com relação a um problema tão sério que é quando os jovens têm o intuito de cometer suicídio, principalmente por se tratar de um problema tão silencioso e que exige cuidados redobrados, já que os jovens passam a conhecer tudo de uma vez de forma rápida”, elencou.
Setembro Amarelo – O tema iniciado no Brasil em 2015, através do Centro de Valorização da Vida (CVV) e da Associação Brasileira de Psiquiatria (ABP), tem por objetivo discutir, em espaços públicos, a importância da prevenção e combate ao suicídio. A Organização Mundial de Saúde (OMS) relata que 9 em 10 casos poderiam ser prevenidos. Os números do suicídio são preocupantes, tendo em vista que de acordo com os dados oficiais, 32 pessoas são vítimas desse problema diariamente, sendo inclusive superiores aos casos de AIDS e da maioria dos tipos de câncer.
Do: Blog Agreste Notícia Fonte: Assessoria

Nenhum comentário: