sexta-feira, 22 de setembro de 2017

PARLAMENTARES DE TAQUARITINGA DO NORTE SEGUEM LUTANDO PELA EXTINÇÃO DO LIXÃO DE TORITAMA

 Na última terça-feira (19), os parlamentares que compõem a presidência da Câmara Municipal de Vereadores de Taquaritinga do Norte, Eraldo de Pedra Preta (presidente da Câmara) e professor Jurandi (vice-presidente), juntamente com o vereador Hélio Júnior, participaram de uma audiência que contou com a presença do representante do Ministério Público de Pernambuco, Drº. Vinícius Costa e Silva, além do Promotor de Meio Ambiente do estado. Esteve presente ainda o Prefeito Edilson Tavares e demais funcionários da Prefeitura Municipal de Toritama. 
 Mais uma vez, foi colocada em pauta a situação do lixão de Toritama, que vem causando sérios problemas para algumas comunidades da Dália da Serra.
 “Hoje participamos de mais uma reunião buscando resolver este problema que tanto preocupa o nosso povo. Mais uma vez o prefeito Edílson Tavares reafirmou que antes do término de 2017, podendo inclusive na metade do mês de outubro, tudo já esta resolvido. Reafirmo mais uma vez: só vamos descansar quando o lixão for retirado”, declarou o presidente, Eraldo da Pedra Preta.
 Na oportunidade, os representantes do Poder Legislativo da Dália da Serra, solicitaram a presença de guardas municipais para inibir a queima do lixão, uma vez que a fumaça prejudica muito a saúde da população:
 “O lixão tem uma extensão territorial muito grande, são cerca de 22 hectares,  portanto, ter um controle para que o lixo não continue sendo queimado é um desafio. Diante dessa realidade, pedimos a presença de guardas municipais e de rondas da Polícia Militar no local”, ressaltou o professor Jurandi.
 Atualmente há um impasse em relação a quem vem realizando a queimada, como afirma o vereador Hélio Júnior:
 “Não ficou totalmente esclarecido se a queima esta sendo realizada pelos funcionários que depositam o lixo ou pelos catadores, mas a presença dos guardas municipais e da polícia fará com que isso não continue acontecendo”, afirmou o parlamentar.
Do: Blog Agreste Notícia Fonte: Assessoria

Nenhum comentário: