loading...

domingo, 28 de maio de 2017

VEREADORES DE SANTA CRUZ DO CAPIBARIBE DENUNCIAM CONTRATAÇÃO DE SUPOSTA EMPRESA FANTASMA

 Os vereadores Marllos da Cohab (PTN), Carlinhos da Cohab (PTB) e Ernesto Maia (PT), através das redes sociais, postaram um vídeo denunciando a Prefeitura Municipal de Santa Cruz do Capibaribe pela contratação de uma empresa supostamente fantasma, que, segundo os parlamentares, recebeu quase R$ 220 mil pela confecção de projetos de arquitetura.
 O detalha é que, a empresa SILVA E LIMA ENGENHARIA LTDA – ME está registrada na Avenida Presidente Vagas, nº. 09, no Centro de Panelas/PE. De posse do endereço, os vereadores fizeram diligências para fiscalizar a situação da contratada e constaram que, nenhuma empresa funciona no local que é uma residência aonde reside um casal de idoso.
Assista o vídeo:
 Em entrevista concedida ao Blog Agreste Notícia, o vereador Ernesto falou que o casal reside na residência há mais de 20 anos e que a referida empresa nunca funcionou naquele local.
 Ainda de acordo com o vereador, a despesa gerada com a contratação da SILVA E LIMA ENGRANHARIA chamou a atenção, já que esse tipo de projeto o Ministério da Saúde disponibiliza gratuitamente, o que tornaria desnecessário tal despesa para o município.
 “Fomos averiguar essa firma, quando chegamos na cidade de Panelas verificamos que existe um casal de idosos morando na casa, nos foi informado que esse casal mora há mais de 20 anos... Então constatamos que tratava-se de mais uma empresa ‘fantasma’ trabalhando para a Prefeitura Municipal de Santa Cruz do Capibaribe”, explicou.
 A empresa foi contratada para confecção do projeto de pelo menos quatro UBS (Unidade Básica de Saúde) e um CAPS (Centro de Atenção Psicossocial), recebendo os valores de R$ 140 mil e quase R$ 80 mil, pelos respectivos serviços.
 “Nos estranha saber que aqui em Santa Cruz a CDL tem a câmara setorial de arquitetura e engenharia, com várias firmas organizadas e reconhecidas por suas competências, mas justamente nesse ramo, a Prefeitura não contratou nenhuma dessas empresas de Santa Cruz do Capibaribe e foi procurar uma em Panelas”.
 Ernesto ainda disse que, a empresa contratada pela Prefeitura de Santa Cruz só prestou serviços até hoje em mais duas cidades, Agrestina e Belém de Maria, onde em uma delas, também fez projetos de engenharia com valores muito abaixo do que foi cobrado na Capital da Moda.
 “Em uma dessas cidades o projeto custou menos de oito mil reais, mas só em Santa Cruz do Capibaribe, a competência dessa firma foi usada para gastar R$ 220 mil em projetos que seriam disponibilizados de graça pelo Ministério da Saúde”, ironizou o Petista.
 Durante a entrevista, o vereador de oposição também disse estranhar o fato da empresa ser justamente na terra natal do secretário Municipal de Saúde, Breno Feitoza.
 Os vereadores pretendem formalizar uma denúncia no Ministério Público de Pernambuco (MPPE) e no Ministério Público Federal (MPF), já que o recurso gasto com a empresa, possivelmente foi oriundo do Governo Federal.
Ouça a entrevista:
 O prefeito de Edson Vieira (PSDB) e o secretário de Saúde do município, Breno Feitoza, rebateram a denúncia em matéria postada no Blog do César Melo, argumentando que o processo obedeceu a todos os critérios técnicos e formalidades legais, o que segundo eles, afasta a possibilidade de erros ou fraudes nos contratos firmados entre a Prefeitura Municipal e a empresa SIVA E LIMA ENGENHARIA.
 “A legalidade da empresa foi comprovada pelas certidões. Os documentos exigidos por lei foram todos entregues, dentro dos prazos estipulados. Os projetos que foram disponibilizados como sugestão do Ministério da Saúde são apenas projetos arquitetônicos, ficando a cargo do município aderir ou não ao projeto e, mesmo assim, fica a cargo do município arcar com os custos dos projetos, hidráulico, elétrico e outros que fazem parte de todo o projeto”, disse o Secretário de Saúde completando: “O próprio Ministério da Saúde elaborou um manual, no qual fica claro que os projetos adotados pelos municípios devem atender às realidades locais”.
 Breno ainda informou que, a empresa contratada foi a que apresentou o menor preço para a elaboração dos projetos entre as outras que demonstraram interesse.
 Por sua vez, Edson Vieira partiu para o contra-ataque afirmando que as informações estão no Portal da Transparência e que seus opositores estão tentando tumultuar com o objetivo de criar expectativas em meio à população. O chefe do executivo chegou a chamar os denunciantes de irresponsáveis e aconselhou-lhes a trabalhar.
 “A coisa é tão pública que eles acharam essa informação, provavelmente no Portal da Transparência da Prefeitura, tudo dentro da legalidade, tudo feito com transparência e dentro do que exige a Lei. Aí vão esses três vereadores e gravam um vídeo para querer tumultuar, para querer criar expectativa no povo. Deixem de ser irresponsáveis, criem vergonha, honrem o salário que vocês ganham, trabalhando para o povo e mostrando alguma ação importante”, disparou.
 “Vão trabalhar, pois gente invejosa só colhe o mal, e é isso que esse pessoal tem colhido. Pessoas levianas e irresponsáveis que querem apenas jogar pra plateia, apelando para o fanatismo político. São pessoas preguiçosas, que não fazem nada da vida, a não ser, perseguir a minha pessoa, logo essa turma, cada um que seja mais sujo do que o outro, todos são mais sujos que pau de galinheiro”, falou o prefeito, endurecendo ainda mais o discurso.
 Concluindo suas palavras Vieira chegou a dizer que os vereadores que realizaram a denúncia não seriam homens e nem exemplo para levantar quaisquer suspeita contra seu governo.
 “Vocês não são homens, nem exemplo, para falar de mim. Durante muito tempo fui vítima de ataques e agressões, mas agora a coisa mudou, de agora em diante vai ser assim, falou? Vai ter de volta doutor!”.
 Ao Blog do Ney Lima, o sócio da empresa, Emerson José da Silva, informou que há pouco tempo o endereço funcional do estabelecimento mudou para a cidade de Caruaru, mas que ainda não foi feita a alteração junto a JUCEPE – Junta Comercial de Pernambuco.

Do: Blog Agreste Notícia

Nenhum comentário: