segunda-feira, 10 de abril de 2017

GCF – CHACAL LUTA COM BRAÇO FRATURADO E EMPATE GERA POLÊMICA NA DISPUTA PELO CINTURÃO

 Na última luta da 51ª edição do Grand Fighting Championship (GFC) realizada na cidade de Santa Cruz do Capibaribe, o atleta Murílio Chacal dominou o 1º round com belos golpes e duros ataques, mesmo fraturando o seu braço esquerdo.
 Destinado a ganhar o cinturão da categoria 61kg, o santa-cruzense preferiu não comunicar a lesão e voltou para o 2º round contra o adversário Nilson Instigado, mas uma vez conseguindo um bom desempenho dentro do octódromo.
 Apesar do bom nível do Nilson, o melhor momento para ele, aconteceu nos segundos finais do 3º round, quando conseguiu derrubar o experiente Murílio Chacal.
 Assim que o gongo bateu, uma equipe de Bombeiros Civis atendeu Chacal que teve o braço imobilizado e foi levado para a UPA – Unidade de Pronto Atendimento – de Santa Cruz do Capibaribe. Mas antes da saída, quando o resultado foi divulgado, mostrando o empate, grande parte do público presente e treinadores de Murílio ficaram revoltados, pois segundo eles, apesar do braço fraturado, Chacal conseguiu um melhor desempenho durante o combate.
 Devido o empate, o Cinturão permanecerá com o GFC, enquanto outra luta for realizada para disputar o cinturão. Chacal atualmente é o campeão da categoria 57kg do GFC.

Do: Blog Agreste Notícia

Nenhum comentário: