domingo, 6 de novembro de 2016

AOS 75 ANOS, MORRE EX-PREFEITO AUGUSTINHO RUFINO

 A cidade de Santa Cruz do Capibaribe está de luto desde a manhã de ontem (sábado) quando foi anunciada a morte do ex-prefeito daquele município, Augustinho Rufino de Melo, que tinha 75 anos de idade, e se recuperava de complicações sofridas depois de ter sido submetido a uma cirurgia de coração em abril desse ano.
 O ex-prefeito que também já foi deputado estadual lutava nos últimos meses contra a morte, chegando a ser internado por diversas vezes em unidades hospitalares do Recife.
 Augustinho que faleceu em sua residência na cidade do Recife, começou sua vida política em 1968 quando foi candidato ao cargo de vereador e foi o segundo mais votado daquele pleito. Em 1976 foi eleito vice-prefeito do Padre Zuzinha e eleito prefeito de Santa Cruz do Capibaribe no ano de 1982, ocupando o cargo até 1988. Em 1990 com ajuda de seu fiel amigo, o então deputado federal José Mendonça (falecido), conquistou uma cadeira a ALEPE – Assembleia Legislativa do Estado de Pernambuco – aonde permaneceu até 1994 quando sofreu sua primeira derrota e ficou na suplência, não conseguindo renovar o seu mandato.
 Mesmo decepcionado com um insucesso de sua reeleição, Augustinho não desistiu e conseguiu ser eleito mais uma vez deputado estadual, na eleição de 1998 e ocupou o cargo até 2002 quando sofreu sua segunda derrota e resolveu então ‘pendurar o palito’, mas como a política estava no sangue, ele continuou trabalhando nos bastidores políticos e contribuiu com as campanhas do grupo denominado ‘boca-preta’ que tem hoje como prefeito Edson Vieira (PSDB).
 Augustinho também colaborou de forma efetiva em 2012, com a vitória do seu genro Júnior Gomes (PSB) que é vereador na cidade de Santa Cruz do Capibaribe.
 É bom lembrar que, além de ter feito história no mundo político, o ex-prefeito também deixa seu legado junto ao Ypiranga – time de futebol da cidade santa-cruzense – aonde atuou como jogador.
 O corpo está sendo velado no Clube Ypiranga de onde seguira às 16 horas para o Cemitério São Judas Tadeu (Cemitério Velho) em Santa Cruz do Capibaribe aonde será sepultado.
 Assista abaixo o trecho do filme Sulanca de Kátia Mezel produzido em 1986 que mostra Augustinho Rufino falando sobre a economia da cidade e o surgimento da Feira da Sulanca.

Do: Blog Agreste Notícia

Nenhum comentário: