quinta-feira, 8 de setembro de 2016

“NÓS ESTÁVAMOS DE BOA E ESTAVA APARECENDO O POVO MOSTRANDO O CELULAR E NÓS PEGAMOS!”, CONFESSA EM TOM DE DEBOCHE

 O repórter do Blog Agreste Notícia, Jabson Nunes, entrevistou dois elementos identificados como, Erikes Pereira de Sousa, de 20 anos de idade e Victor Valdemiro dos Santos Filho, também de 20 anos, ambos moradores do Distrito São Domingos município de Brejo da Madre de Deus. Eles foram presos pela Polícia Militar acusados de realizar vários assaltos em Santa Cruz do Capibaribe. Clique AQUI e relembre.
 A entrevista chama a atenção, primeiro pela ousadia e frieza do Victor e pela justificativa do Valdemiro pelas ações criminosas. Em tom de deboche, o jovem Victor tenta colocar a culpa de sua ação nas vítimas, que segundo ele, andam mostrando os aparelhos celulares.
 “O que a gente estava fazendo aí era triste, nós estávamos arrastando tudo. Nós estávamos de boa e estava aparecendo o povo mostrando o celular e nós pegamos!”, confessou Victor que já foi preso por receptação.
 Em determinado momento da entrevista, o meliante chama a arma de fogo que foi apreendida na ação policial, de ‘Bonequinha da Xuxa’ e brinca ao se referir ao veículo que utilizava nas ações criminosas.
 Na entrevista o Víctor confessa ainda ter realizado quatro assaltos somente na noite em que foi capturado juntamente com o comparsa, uma das vítimas inclusive está grávida, segundo o próprio assaltante.
 Erikes – proprietário da arma de fogo – disse que sua participação foi pilotar o veículo durante a fuga, justificando que roubava devido à necessidade de manter seus dois filhos.
 “A pessoa precisa, vai fazer o que? Não tem trabalho”, justificou completando: “A última vez que eu caí, foi com 15 anos de idade, de lá pra cá, eu estava em casa trabalhando, mas teve a crise, aí em Santa Cruz não tem peça pra ninguém, você vai à procura de trabalho, bate nas portas e as pessoas falam que estão querendo dispensar os que têm. Qual é a esperança que vai ter, você tendo dois filhos, um casal, usa frauda e bebe leite, acorda de manhã ‘pai quero mingau’, ‘quero biscoito’ ou uma bolacha, como você vai se sentir, se olhar para seu bolso e não tem um real”, desabafou afirmando que quando pagar pelo seu crime, não voltara a roubar, pois não quer dar mal exemplo a seus filhos.
Ouça a entrevista:
Do: Blog Agreste Notícia

Nenhum comentário: